Maranhão e os resíduos sólidos: o que fazer?

     Discutir a questão dos resíduos sólidos e seus impactos ambientais é um dos principais objetivos da IV Conferência Estadual do Meio Ambiente. O evento, que está sendo realizando entre os dias 03 e 05 de setembro pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA, propõe que o setor público, privado e a sociedade civil possam encontrar, por meio de debates democráticos, soluções para o fim dos lixões, criação de aterros sanitários ambientalmente adequados bem como a melhor forma de se implantar uma educação ambiental e geração de emprego e renda a partir de uma política de produção e consumo sustentáveis.

     COEMA--IBRAPP--Resíduos-Sólidos--Reciclagem--MaranhãoAlém disso, uma das propostas, que é a redução dos impactos ambientais causados por resíduos sólidos, faz alusão que o papel dos catadores de material reciclável e reutilizável é de vital importância para que a logística reversa possa ser de fato implantada no estado do Maranhão.

    De acordo, com a presidente da Cooperativa de Reciclagem de São Luís, Maria José, o trabalho dos recicladores é uma das medidas mais eficientes para a redução dos impactos ambientais. “Os catadores de materiais recicláveis precisam ganhar uma maior expressividade por parte do poder público, por que é por meio deles que se pode alcançar não só a redução dos impactos ambientais, como também contribuir para a geração de emprego e renda”, afirma.

     A estimativa é que cerca de 1.500 pessoas, entre elas os 450 delegados eleitos nas conferências regionais e municipais, participem do evento. A pertinência do tema da conferência tem mobilizado muitas outras instituições a desenvolverem e executarem projetos que visam implantar uma educação ambiental que contribua para a preservação do meio ambiente. Exemplo disso é o Projeto Agentes do Verde, executado pelo IBRAPP em parceria com a SEMA, que implantado na cidade de Pinheiro, está transformando jovens e adolescentes em agentes ambientais a partir de aulas de educação ambiental e oficinas de reciclagem que contribuem na geração de renda.

     De acordo com oIBRAPP, iniciativas como essa, podem fomentar a ideia de que a reciclagem é útil para a sociedade e o planeta, por que se pode gerar renda e preservar o meio ambiente ao mesmo tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s