DSCF2010 A reportagem  do jornalista Cézar Júnior, publicada no site do IBRAPP, “Destruir o meio ambiente custa caro” recebeu premiação como uma das melhores publicadas na categoria webjornalismo no ano de 2013.

            Promovido pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão, o Prêmio Ararajuba de Jornalismo Ambiental tem por objetivo premiar e reconhecer jornalistas que contribuíram com notícias e reportagens para a difusão de temas como preservação e sustentabilidade.  Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, foram selecionadas cerca de 27 finalistas dentre as reportagens inscritas, e a reportagem “Destruir o meio ambiente custa caro” mereceu destaque porque, além de chamar a atenção para o fato de que não se deve destruir o meio ambiente, mostra o quanto isso custa caro aos cofres públicos.

            Durante a solenidade de entrega do prêmio no dia 12 de dezembro o projeto “Agentes do Verde”, executado pelo IBRAPP, também foi citado como exemplo de preservação por meio de uma educação ambiental.

            De acordo com Cézar Júnior, assessor de imprensa e comunicação do IBRAPP, o prêmio serve também como um incentivo para que a imprensa continue na difusão de exemplos a serem seguidos na preservação ambiental, além de denúncias. “Ter a reportagem “Destruir o meio ambiente custa caro” reconhecida pela SEMA como uma ferramenta  de compartilhamento de ideias que possa somar na preservação ambiental é de grande significância não apenas para mim enquanto jornalista, mas também para o IBRAPP porque uma de suas políticas públicas está justamente focada na educação ambiental”, afirma.