Crianças soropositivas participarão de ação social no Maranhão

Ciranda-dos-sonhos     A situação de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade é algo que requer um cuidado todo especial porque é na fase da infância e adolescência que as personalidades de uma pessoa são forjadas e traumas podem ocorrer tão facilmente.

     É por isso que crianças em situação de rua, vítimas de abuso sexual ou mesmo quando são submetidas ao trabalho escravo tem tendência a se tornarem adultos problemáticos ou até mesmo criminosos e delinquentes.

     Logo, se isso vem a ser fruto de uma infância perdida ou de uma adolescência envolta em situação de vulnerabilidade, é preciso que existam formas de se tentar resgatar essas crianças e adolescentes dessa situação.

     É visando isso que o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP realizou uma parceria com a Casa Sonho de Criança, uma entidade que luta pelo amparo e direitos de crianças soropositivas no Estado do Maranhão.

     O IBRAPP entende que, essas crianças além de toda a assistência nas áreas jurídica, nutricional, financeira e psicológica, precisam ter momentos lúdicos e de lazer assim como toda criança, sobretudo porque as crianças assistidas pela Casa Sonho de Criança, conscientes da sua condição de portadoras do vírus HIV, necessitam se sentirem iguais.

     Por isso o objetivo da parceria é justamente proporcionar a essas crianças tais momentos por meio de oficinas de leituras dinâmicas e interativas, música, teatro, dança, pintura, artes gráficas, inclusão digital e passeios turísticos pela cidade de São Luís.

     As oficinas fazem parte da Ação Social “Ciranda dos Sonhos”, realizada pelo IBRAPP e serão ministradas por uma equipe de colaboradores do IBRAPP que, de forma voluntária, se predispuseram a contribuir para que essas crianças já não se sintam tão vulneráveis e assim como as outras crianças possam sorrir.

     A ação social terá início no dia 26 de abril e segue em sábados alternados até o dia 28 de junho.

Equipe médica do IBRAPP supera expectativas de cirurgias ortopédicas no Hospital de Base em Porto Velho-RO.

 

            HOSPITAL DE BASE FOTO

      Equipe médica do IBRAPP em atendimento de cirurgias ortopédicas consegue superar as expectativas da Policlínica Osvaldo Cruz e do Hospital de Base na cidade de Porto Velho – RO. A demanda por esse tipo de cirurgias nesses hospitais, antes da atuação da equipe médica do IBRAPP, gerava sempre um grande número de pacientes que, aguardando nas enfermarias acabavam não só impedindo que novos pacientes fossem atendidos como também grandes transtornos para a saúde pública no estado de Rondônia. Só no mês de março deste ano, os médicos contratados pelo IBRAPP realizaram 180 cirurgias e 330 atendimentos ambulatoriais.

     INTO     De acordo com Silvana Alves, gestora do contrato mantido entre o IBRAPP e os médicos que atuam nesses hospitais, a semana que compreendeu ao período pós-carnaval, realizou uma força tarefa que culminou em esvaziar completamente a enfermaria 1 do hospital de Base, o que comprova a  seriedade do atendimento dos médicos contratados pelo IBRAPP. “Hoje os pacientes atendidos pela equipe médica do IBRAPP, podem contar com um serviço de qualidade e um atendimento humanitário, mostrando, portanto o compromisso e a responsabilidade do IBRAPP com a população de Rondônia”, afirma.

O desafio de participar de licitações públicas

Licitações     O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP, sendo uma entidade sem fins lucrativos e que ao longo de cinco anos vem trabalhando para o desenvolvimento institucional da gestão pública, tem procurado focar-se que, para se atingir a excelência em gestão é preciso um leque de serviços nas áreas jurídica, Recursos Humanos, assessoramento de projetos sociais, e outros que contribuam para que  exista um estreitamento entre o poder público e a sociedade civil.

   É por isso que, quando um determinado órgão público lança um edital para que empresas, ong’s, oscip’s e outras instituições possam concorrer a uma licitação pública, deve-se atentar em primeiro lugar para a competência dessas entidades na prestação desse tipo de serviço, pois um contrato de caráter público é algo que vai muito além dos dividendos. Um contrato de prestação de serviço público é antes de mais nada a cooperação para que uma parcela de indivíduos seja beneficiada, e exatamente por isso quando uma  entidade se torna parceira do poder público, ela precisa entender que sua capacidade técnica deve está a altura dessa missão.

     O IBRAPP, por exemplo, quando concorre as licitações públicas, avalia sua própria capacidade em se tornar parceiro de um determinado órgão público para só então lançar-se a concorrência. Evidentemente que quando se fala em concorrência deve-se também obedecer a critérios e modalidade o que diga-se de passagem, acaba despertando a ousadia de pequenas entidades que se lançam contra as grandes pela concorrência de um contrato público.

     Um exemplo disso são os contratos que o IBRAPP realizou e as licitações que este venceu no ano de 2013. Foram cerca de 3 contratos no Maranhão, 3 no Distrito Federal, 1 em Rondônia, 8 em Tocantins e 2 na Paraíba, perfazendo um total de 18 processos licitatórios que o Instituto ganhou nas modalidades pregão eletrônico  espalhadas pelo país.

    Além disso, o resultado dessas conquistas é a geração de emprego e renda, pois atualmente o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas conta com uma margem de 698 funcionários que atuam na prestação de serviços terceirizados em órgãos públicos como o TRE, UFMA, INEP, CNPq, FUNAI, IPHAN, Polícia Federal, SSP-MA, Corpo de Bombeiros do Maranhão, ANVISA e etc.

Crianças soropositivas no Maranhão agora têm motivos para sorrir

criança soropositivas      Crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade é algo que requer um cuidado todo especial porque é na fase da infância e adolescência que as personalidades de uma pessoa são forjadas e traumas podem ocorrer tão facilmente. É por isso que crianças em situação de rua, vítimas de abuso sexual ou mesmo quando são submetidas ao trabalho escravo tem tendência a se tornarem adultos problemáticos ou até mesmo criminosos e delinquentes.

      Logo, se isso vem a ser fruto de uma infância perdida ou de uma adolescência envolta em situação de vulnerabilidade, é preciso que existam formas de se tentar resgatar essas crianças e adolescentes dessa situação.

       É visando isso que o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP realizou uma parceria com a Casa Sonho de Criança, uma entidade que luta pelo amparo e direitos de crianças soropositivas no Estado do Maranhão. O IBRAPP entende que, essas crianças além de toda a assistência nas áreas jurídica, nutricional, financeira e psicológica, precisam ter momentos lúdicos e de lazer assim como toda criança, sobretudo porque as crianças assistidas pela Casa Sonho de Criança, conscientes da sua condição de portadoras do vírus HIV, necessitam se sentirem iguais.

      Por isso o objetivo da parceria é justamente proporcionar a essas crianças tais momentos por meio de oficinas de leituras dinâmicas e interativas, música, teatro, dança, pintura, artes gráficas, inclusão digital e passeios turísticos pela cidade de São Luís.

      As oficinas serão ministradas por uma equipe de colaboradores do IBRAPP que, de forma voluntária, se predispuseram a contribuir para que essas crianças já não se sintam tão vulneráveis e assim como as outras crianças possam sorrir.