O desafio de participar de licitações públicas

Licitações     O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP, sendo uma entidade sem fins lucrativos e que ao longo de cinco anos vem trabalhando para o desenvolvimento institucional da gestão pública, tem procurado focar-se que, para se atingir a excelência em gestão é preciso um leque de serviços nas áreas jurídica, Recursos Humanos, assessoramento de projetos sociais, e outros que contribuam para que  exista um estreitamento entre o poder público e a sociedade civil.

   É por isso que, quando um determinado órgão público lança um edital para que empresas, ong’s, oscip’s e outras instituições possam concorrer a uma licitação pública, deve-se atentar em primeiro lugar para a competência dessas entidades na prestação desse tipo de serviço, pois um contrato de caráter público é algo que vai muito além dos dividendos. Um contrato de prestação de serviço público é antes de mais nada a cooperação para que uma parcela de indivíduos seja beneficiada, e exatamente por isso quando uma  entidade se torna parceira do poder público, ela precisa entender que sua capacidade técnica deve está a altura dessa missão.

     O IBRAPP, por exemplo, quando concorre as licitações públicas, avalia sua própria capacidade em se tornar parceiro de um determinado órgão público para só então lançar-se a concorrência. Evidentemente que quando se fala em concorrência deve-se também obedecer a critérios e modalidade o que diga-se de passagem, acaba despertando a ousadia de pequenas entidades que se lançam contra as grandes pela concorrência de um contrato público.

     Um exemplo disso são os contratos que o IBRAPP realizou e as licitações que este venceu no ano de 2013. Foram cerca de 3 contratos no Maranhão, 3 no Distrito Federal, 1 em Rondônia, 8 em Tocantins e 2 na Paraíba, perfazendo um total de 18 processos licitatórios que o Instituto ganhou nas modalidades pregão eletrônico  espalhadas pelo país.

    Além disso, o resultado dessas conquistas é a geração de emprego e renda, pois atualmente o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas conta com uma margem de 698 funcionários que atuam na prestação de serviços terceirizados em órgãos públicos como o TRE, UFMA, INEP, CNPq, FUNAI, IPHAN, Polícia Federal, SSP-MA, Corpo de Bombeiros do Maranhão, ANVISA e etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s